# 04

e no fogo o aço a respirar

Sem comentários: